sexta-feira, 9 de abril de 2010

É SEMPRE POSSÍVEL...


É sempre possível reinventar uma história
para nós próprios,
um caminho desobediente, um grito de ontem,
um delírio figurando um cântico.

A nossa condição de passageiros
é a exacta norma do sonho,
o devaneio fantasmagórico dum réptil
embasbacado ao sol, inocente das noções de tempo,
passado e futuro, a história
que podemos ler nos olhos dos outros,
ou nas infinitas divagações do vento.

Fantasiemos, pois, um caminho tardo e lesto
de imaginárias flores num deserto
para a nossa sede sem recurso,
a não ser a possível ciência de inventar
outro azul para os olhos dos vindouros
nossos filhos.

Vieira Calado
In "Por detrás das Palavras"

Um comentário:

LI-VERISSIMO disse...

Viva a imaginação, a transformação, a reinvenção e tudo o que for renovado...
Como dizia Cecília Meireles:

"A vida só é possível
reinventada"

Mais uma vez PARABÉNS, seu blog é perfeito e suas escolhas são de um imenso bom gosto.

Beijinhos...